sábado, 30 de janeiro de 2010

Dica: Como lavar corretamente o bordado

Olá!

Como você está? Por aqui tudo na mais perfeita ordem.
Navegando na internet achei essas dicas maravilhosas e trouxe para compartilhar. Esse era um dos assuntos que me deixava com muitas dúvidas, e como sei que não só eu mas muitas outras artesãs também têm, segue a maneira correta de lavagem pro bordado durar mais e continuar lindo como quando foi feito:

Bordados - Instruções de lavagem
Cuidados:
Para todas as linhas de algodão, com características "cores firmes", recomenda-se os seguintes cuidados de lavagem:
Cuidados iniciais: Sempre lave as mãos antes de iniciar o trabalho e sempre que perceber que estão suadas, para evitar que o suor manche o trabalho. Guarde o trabalho em uma sacola ou cesta apropriada quando não estiver bordando, para protegê-lo da poeira, respingos, etc. Use fios de aproximadamente 45 cm de comprimento, para evitar que os fios formem nós, fiquem torcidos ou desfiem quando estiver bordando.
Lavar à máquina: Temperatura máxima de lavagem a 95º. Contudo, deve sempre respeitar as instruções de lavagem dos tecidos. São necessários cuidados especiais quando se usa linhas metálicas e de viscose.
Secar à máquina: Seque em velocidade lenta, de preferência use um saco de proteção branco.
Lavar à mão: Lave cada trabalho separadamente. Prepare o molho com água na temperatura de 60º em grande quantidade e assegure que o sabão seja neutro e esteja completamente dissolvido antes de mergulhar o trabalho.
Sabão em pó: Se for usar sabão em pó, use sabão sem branqueador e sempre em pequenas quantidades. Nunca utilize sabão em pó com cloro. Podem-se utilizar os produtos recomendados na lavagem de roupa delicada.
Enxaguar: Enxague o trabalho diversas vezes em água corrente abundante.
Secar: Não torça o trabalho. Enrole entre duas toalhas ou outro tecido bem absorvente na cor branca, espremendo gentilmente, sem torcer. Não deixe que o trabalho enrole sobre si mesmo.
Secar horizontalmente: Não torcer! Nunca deixe o trabalho úmido dobrado ou empilhado.
Lavar a seco: Todas as linhas de algodão podem ser lavadas a seco.
Passar: Passe a ferro do avesso sobre uma superficie macia ou entre duas toalhas. Siga as instruções recomendadas para os tecidos. Use o ferro de passar não muito quente. Não use vapor.
Engomar: Se desejar engomar o trabalho, prepare a goma seguindo as instruções do fabricante. Mergulhe o trabalho inteiramente na solução, deixe alguns minutos e retire deixando escorrer bem. Não torça o trabalho; proceda como mencionado acima para tirar o excesso de água;

* Desenrole e estenda o trabalho sobre uma toalha em superfície plana.
Mais uma dica para você: Compre sempre a quantidade necessária de meadas para fazer todo o trabalho, pois podem haver diferenças entre os lotes de tingimento. As meadas possuem número de lote para facilitar a sua compra.

Dicas tiradas daqui.
É importante sempre guardar o número de lote das meadas. Já me aconteceu de acabar a linha no meio de um bordado, e por não ter comprado do mesmo lote, deu uma diferença enorme na cor. Algumas vezes a diferença é quase imperceptível, mas em outras parece que foi usada uma cor totalmente diferente da que foi usada no início do trabalho.

Na foto abaixo estão marcados os números de lote. Como pode perceber eles não são iguais e a diferença da cor é quase imperceptível, mas quando utilizadas juntas dá pra notar:



A diferença na coloração é mais significativa em tons escuros, mas só encontrei essas meadas mais claras para colocar como exemplo.
Espero que tenha gostado e esclarecido possíveis dúvidas.

Uma ótima semana para você!

Beijos

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Para as grandes mulheres...



Miss Imperfeita


'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!
E, entre uma coisa e outra, leio livros.
Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.
Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.
Primeiro: a dizer NÃO.
Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.
Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.
Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.
Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
Você não é Nossa Senhora.
Você é, humildemente, uma mulher.
E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.
Tempo para fazer nada.
Tempo para fazer tudo.
Tempo para dançar sozinha na sala.
Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.
Tempo para sumir dois dias com seu amor.
Três dias.
Cinco dias!
Tempo para uma massagem.
Tempo para ver a novela.
Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.
Tempo para fazer um trabalho voluntário.
Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.
Tempo para conhecer outras pessoas.
Voltar a estudar.
Para engravidar.
Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.
Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.
Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.
Existir, a que será que se destina?
Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.
A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.
Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.
Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.
Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.
E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'

Martha Medeiros - Jornalista e escritora
A todos os visitantes, seguidores e amigos um maravilhoso fim de semana!!!
Beijos

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Hoje é dia de festa!!!

Olá!

Hoje é dia de festa!!! É o aniversário da minha amiga e afilhada de blog Fernanda.
Quem ainda não a conhece é só clicar aqui para ver os trabalhos maravilhosos que ela faz e conhecer esse anjo de pessoa que ela é.

Fê, te desejo muita paz, saúde e felicidades! Que Deus abençoe você e suas mãozinhas criativas cada vez mais e te conceda muitos anos de vida! Que todos os seus sonhos e desejos se realizem! Que você continue sendo essa pessoa maravilhosa e abençoada que tenho orgulho de ser amiga!
Feliz aniversário!!! Tudo de bom pra você, sempre.
Beijos



segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Estou de volta!!!

Olá!


Que saudade eu estava do meu cantinho! Que bom estar de volta no mundo virtual.

Fiquei sumida por causa da minha mudança, como já havia comentado aqui. Enfim, saí do Rio de Janeiro para morar no Mato Grosso do Sul com o meu marido. Quanta diferença de cultura e costumes... e quanta coisa boa estou vivenciando nesse estado maravilhoso! Será uma grande experiência para a vida toda. Ano novo, tudo novo para mim!

Estamos aqui desde dezembro. Ficamos hospedados na casa de um casal de amigos que nos receberam de braços abertos, até nos instalarmos na nossa casa. Minha mudança chegou há apenas alguns dias e está tudo de pernas para o ar aqui, mas aos poucos tudo vai se ajeitando. rsrsrs

Estou me adaptando a vida nova, até porque não conheço bem a cidade e estou um tanto perdida ainda. Em breve colocarei ordem na "casa", responderei aos comentários e retribuirei o carinho recebido.


Então é isso... vou continuar com a minha arrumação por aqui. rsrsrs


Beijos